Fonte: Pinterest

Maresia

Viagem

Foi viajar e, ao invés de deixar a chave em casa, deixou o coração.

 

 

Norte, Sul, Leste, Oeste… Ele ia, literalmente, pra onde o vento o levava.

Seu veículo era de madeira maciça e pesava toneladas, quase tanto quanto seu peito. Sentia ondas de saudade e brisas de emoção, mas tudo que tinha era o horizonte, evolvendo-o de braços abertos. O mar roubava sua solidão e oferecia companhia em troca.

Sabia qual seu norte, mas a bússola sempre apontava pro lado oposto.

 

Alguns viviam da superficialidade que ter um amor em cada porto permite e ele, de ancorar em seu porto seguro.

Conhecia os sete mares, mas tinha saudade do mesmo endereço.

 

8

 

Viviam de declarações. De cartas em garrafas, jogadas na imensidão azul.

Navegava à luz de faróis, mas seus olhos brilhavam só por ela.

 

 

 

Se viam pouco e se gostavam muito.

 

Ia viajar, e deixava em casa o coração.

 

Ia viajar e, secretamente, fazia o mesmo desejo.

Se cuida. Por mim, por você, por nós.

Humberto Cardoso Filho

Humberto Cardoso Filho

Paulista radicado em SC, publicitário por formação e escritor por Hobby. Apareço, normalmente, 2 quartas por mês aqui no Uma Boa Dose compartilhando um pouco do meu mundo. Apaixonado por trabalho voluntário, hoje sou Organizador do TEDxBlumenau. Acredito que histórias tem, sim, poder transformador e busco usar as palavras com esse objetivo.
Humberto Cardoso Filho

Últimos posts por Humberto Cardoso Filho (exibir todos)

Experimente também

Uma boa dose de Dezembro

Por Ana Metz Castan

  Ninguém percebeu quando Dezembro chegou voando. Junto com ele foram chegando, aos poucos, mesas cheias de gente, apresentações finais […]

Joaninha

Por Murilo Igarachi

Quem me conhece de perto sabe que falar de amor atualmente não é uma das coisas mais fáceis para mim. […]

Degustando...