Fonte: Pinterest

Encontro

Seções

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcamos para esta sexta.

 

Você disse que tinha compromissos, mas que podia sair comigo e remarcava o resto para outro dia.

Marcamos Naquele bar, que nós nunca fomos e mal ouvimos falar. Assim não tem essa de mesa preferida ou do garçom perguntando se você ia beber o de sempre. Assim eu e você nos obrigamos a olhar o cardápio e evitamos trocar olhares. Tem algo mais para se conversar, disfarçar o clima de indecisão e expectativa que flutua sobre nossa mesa.

Não me lembro, mas acho que vai ser noite de lua cheia.

A previsão do tempo diz que vai chover, mas secretamente eu espero que o sol abra dentro de você. Quem sabe, até um arco-íris.

 

Te pego às oito, o carro de sempre. Não ligo se você demorar. Pode atrasar. Diz que perdeu a hora, que a roupa que você tinha escolhido não ficou boa ou que o seu cachorro não parava de latir.

Pode atrasar… Mas quando chegar, fica.

 

10

 

Hoje vou sem meus medos. Eles não combinam com esse blazer… Você devia fazer o mesmo. No pulso, aquele relógio marrom e, na mão, a esperança de segurar a sua quando o jantar acabar.

Acho que você vai com aquele conjunto preto que você adora, aquele salto 10 e aquele sorriso no rosto que me derruba toda vez. Nem precisa fazer nada no cabelo, só deixa a minha mão passear por ele durante a noite. Se maquia de dúvida. De não saber o que vai ser, e nem se vai ser alguma coisa. Quando a noite estiver perto do fim, a maquiagem vai borrar e aquele seu lado que quer ficar comigo vai ficar meio aparente. Eu e você vamos fingir que não vimos… Vai estar escuro, então pode abdicar dos óculos.

 

 

A gente vai escolher as bebidas sem perceber que, no fundo, vai escolher um ao outro.

Na hora de pedir o prato principal e a carne ao ponto, eu te pediria pra sentar mais perto e, mesmo que a sobremesa chegue, a parte mais doce da noite seria encostar os meus lábios nos seus.

 

 

Na hora de te deixar em casa, você vai rir sem motivo e eu vou perguntar porquê. Você não vai responder.

 

Nós dois saberemos.

Humberto Cardoso Filho

Humberto Cardoso Filho

Paulista radicado em SC, publicitário por formação e escritor por Hobby. Apareço, normalmente, 2 quartas por mês aqui no Uma Boa Dose compartilhando um pouco do meu mundo. Apaixonado por trabalho voluntário, hoje sou Organizador do TEDxBlumenau. Acredito que histórias tem, sim, poder transformador e busco usar as palavras com esse objetivo.
Humberto Cardoso Filho

Últimos posts por Humberto Cardoso Filho (exibir todos)

Experimente também

Uma boa dose de Dezembro

Por Ana Metz Castan

  Ninguém percebeu quando Dezembro chegou voando. Junto com ele foram chegando, aos poucos, mesas cheias de gente, apresentações finais […]

O teatro da vida

Por Gabe Hansel

Uma história tem várias formas de ser contada, o meu encantamento é pelas narrativas com lugares e personagens inspiradores. Todos […]

Degustando...