O Primeiro

Thiago olha no espelho e se pergunta se aquela pessoa refletida é ele. Dormiu mal a noite passada, estava muito ansioso. Ainda está ansioso. Lava o rosto pela terceira vez na esperança de que o ato lhe dê melhor aparência… nada.

A adrenalina percorre seu corpo agressivamente, seu coração pula no peito, lateja. Sua respiração se perde em sua dança natural e suas mãos tremem descontroladamente. Ele respira fundo numa tentativa frustrada de mudar seus pensamentos. Fecha os olhos.

Suavemente, como uma brisa de verão que lhe beija o rosto, o medo o assola, o abraça e fala baixo em seu ouvido. A angústia o toma por inteiro: o fracasso é certo. Por um segundo, Thiago perdeu a luta, se deixou ser vencido. Por um breve segundo, Thiago vacilou perante o negativismo.

Ele respira fundo outra vez.

Abre os olhos, olha para si mesmo diante do espelho. Encontra em sua imagem um olhar feroz, desejoso. Ousaria até dizer corajoso, valente. O segundo de medo e perda havia passado e seu estômago não dava mais voltas. Concentrando-se, Thiago toma uma dose de energia, incha-se. Dá um sorriso torto, veste-se de determinação e investe na insanidade – se abre para a loucura do momento e a singularidade de estar vivo e sentir-se vivo.

Esse é o átimo, o instante mágico. Tudo pode acontecer, nada pode acontecer.

É só a primeira vez, e toda primeira vez é assim.

Ingrid Tanan

Ingrid Tanan

A Ingrid é a moça dos sorrisos com covinhas e das bochechas rosadas. Ela aprecia um bom livro e, mais ainda, uma longa conversa sobre ele. Apaixonada por design, música, Friends, marshmallow, Tim Burton, cadernetas, postais e post-its. Acredita que escrever é seu momento – é poder estar consigo e refletir sobre o finito e infinito. Você pode encontrá-la em qualquer livraria de São Paulo ou às sextas aqui no Uma Boa Dose.
Ingrid Tanan

Últimos posts por Ingrid Tanan (exibir todos)

Experimente também

Coletivo

Por Gabe Hansel

Tem dias que me sento à beira da janela, olho pro céu azul e me ponho a pensar nesse mundão […]

O piano do Tietê

Por João Vítor Krieger

Deixa eu contar uma verdade sobre como é tocar um instrumento. Essa é para você que senta e assiste a […]

4 comentários

  • Bárbara Macedo 11/10/2014   Reply →

    Olá!
    Amei o blog! Excelente reflexões, parabéns!
    Beijo

    • ingridtanan 11/10/2014   Reply →
      ingridtanan

      Olá, Bárbara!
      Muito Obrigada. Espero vê-la por aqui frequentemente.

      (:

  • Juliana 11/10/2014   Reply →

    Bem detalhado, cada sentimento parece real! Amei…
    Vamos aguardar os próximos!
    =]

Degustando...