Os rostos da cidade

Certa vez, ouvi um conto que dizia que a história de uma pessoa é a soma de todos os minutos da sua existência e da existência dos seus antepassados. E que podemos entender, mas nunca compreender completamente. Isso me chamou atenção, pois desde pequena tenho a mania de olhar as pessoas na rua e brincar de adivinhar, pelos rostos delas, a história de vida que carregam. Sentar em um banco de praça e observar cada face que passa contando suas histórias em cada olhar, sorriso ou ruga.
Cada ser possui em si um universo incrível e subestimado, e vaga por construindo suas histórias, contos, fábulas, romances, suspenses e até ficções. Alguns preferem a magia, outros gostam mesmo é da “realidade nua e crua” mas,  na verdade,  a vida é uma só. Os encantos e o dia-a-dia se entrelaçam, assim como as histórias de cada um, que embaraçam e desembaraçam umas nas outras, em coincidência estranhas e maravilhosas que nos fazem olhar pra vida com um certo ar desconfiado.
Guimarães Rosa já dizia: “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”. Coragem pra que no nosso rosto esteja sempre estampada – com orgulho – uma fração da nossa história. Para que, curiosos como eu, a percebam em meio à multidão. E pra que ela continue sendo escrita nos passos do cotidiano, que são os contos mais bonitos que podemos fazer. A biografia dos rostos que vemos na cidade é, cada uma, obra original, única e indiscutivelmente brilhante.
Gabe Hansel

Gabe Hansel

Uma criança curiosa, uma adulta filosofa, uma adolescente rebelde e uma senhorinha alegre e contadora de piadas. Poderia ser a sinopse de um filme brega, mas é só um resumo das múltiplas personalidade dessa publicitária e atual estudante de administração pública. Gabe tem vícios em Youtube, Netflix, coisas belas, conhecimento, pessoas e mudanças. Aqui no Uma Boa Dose encontra espaço para refletir sobre a vida, amores, histórias e experiências, e ama compartilhar tudo isso com vocês.
Gabe Hansel

Últimos posts por Gabe Hansel (exibir todos)

Experimente também

O americano finlandês de Berlin

Por João Vítor Krieger

E então o Americano — lamentei muito não lembrar do nome dele depois — tirou um pincel atômico do bolso […]

Deixa

Por Humberto Cardoso Filho

Deixa ser do meu jeito quando puder, e do seu jeito quando precisar. Deixa a gente se declarar baixinho um […]

Sem comentários

Degustando...