O que você divide com o mundo/é o que o mundo guarda de você

Coragem_Topo-Blog

O texto que escrevi é baseado no seguinte vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=y_JAlTxc1k4

Meu último post, Bicicleta Amarela, falei sobre coragem que, coincidentemente, é o tema do mês de Julho aqui no Uma Boa Dose. Contudo, naquele post, pensei em um ato de coragem perante ao medo e incerteza. O de hoje… bom, o de hoje é um pouco diferente.

Coragem é algo muito complexo para ser visto só de uma forma, para se manter uma única perspectiva em seu ato. Esse é um pensamento que carrego acerca do que mais necessito: nada nunca é fadado a ser exclusivamente uma coisa em particular.

Portanto, quando abordei o tema coragem em meu último texto, mostrei somente uma parte daquilo que acredito que coragem seja: aquele momento de adrenalina e ternura quando se toma uma decisão, mesmo aterrorizado pelo medo. Contudo, quero agora falar da coragem nos pequenos atos. A coragem que passa quase imperceptível aos olhos, mas que existe, e anda juntamente com a gentileza.

O vídeo que apresentei no início desse post fala de bondade e amor ao próximo, mas também fala de coragem, pois é difícil tomarmos a decisão de fazer algo delicado no dia-a-dia. Cada segundo desse vídeo me traz uma sensação doce de companheirismo,uma esperança de que, talvez, o que precisamos é um incentivo, um ato de coragem.

A vida é como se fosse um efeito dominó: um sorriso a outro, um abraço a outro abraço.

Fica aqui o meu pequeno incentivo para tantos outros incentivos mundo afora.

E que a coragem seja só uma partícula de todos os outros bens que podemos ter.

“What you share with the world is what it keeps of you.”
“O que você divide com o mundo, é o que o mundo guarda de você.”

Ingrid Tanan

Ingrid Tanan

A Ingrid é a moça dos sorrisos com covinhas e das bochechas rosadas. Ela aprecia um bom livro e, mais ainda, uma longa conversa sobre ele. Apaixonada por design, música, Friends, marshmallow, Tim Burton, cadernetas, postais e post-its. Acredita que escrever é seu momento – é poder estar consigo e refletir sobre o finito e infinito. Você pode encontrá-la em qualquer livraria de São Paulo ou às sextas aqui no Uma Boa Dose.
Ingrid Tanan

Últimos posts por Ingrid Tanan (exibir todos)

Experimente também

Nada mais que um "até logo"

Por Carla Mereles

Certo dia, uma grande amiga se preparava para falar a um grupo que se despedia da prática de oratória e que logo […]

A grande fabrica de nós

Por Bruna Estevanin

Quando eu era mais nova, achava que conversar era como se fosse uma brincadeira de adulto. Uma brincadeira bem chata, […]

Degustando...