Fonte: Wikipedia

Breve história das cores

– por Daniely Duarte

Olhando para o céu, descobri que a minha fé é azul.

As cores não existem por si. Vivemos em um universo em que as matérias podem ter diferentes tipos de pigmentos, que refletem a luz branca de determinadas maneiras e fazem com que, sozinho, nosso mundo seja invisível. As cores não existem para si. Os nossos olhos são capazes de nos fazer ver e acreditar no que existe por meio de nós.

Olhando para o céu, descobri que acredito no azul. Olhando para dentro, vi meu coração sentir o gosto do arco-íris.

Últimos posts por Uma Boa Dose (exibir todos)

Experimente também

Volátil

Por Carla Mereles

Volátil (adj.m e adj.f.): fig. característica do que é volúvel, inconstante; que não é sólido, fixo ou permanente. Incorpóreo ou […]

Homens de verdade não usam peruca

Por João Vítor Krieger

Peñarol, o uruguaio que sempre cortou nosso cabelo, empolga-se na segunda história da noite: “Já contei a vocês sobre o […]

Degustando...