Murilo Igarachi

Murilo Igarachi

Paulistano com descendência na Lua. É daqueles que você tem cantando sozinho na fila do metrô ou balançando as pernas como uma criança num banco de praça qualquer. Questiona tudo o que vê e busca achar um sentido para tudo, em especial para a vida e seus misteriosos mecanismos. Amante nato de natureza, apesar de ser de exatas, ama dias ensolarados e chuvas de verão. A cada duas Quintas, aparece espalhar doses de vida, amor em suas mais variantes e você, muito você. :3

)

A grande Fazenda

Imagine que a vida seja uma linda e grande fazenda – quilómetros e quilómetros quadrados de terra fértil numa cidadezinha pacata chamada Terra. Imagine, ainda, que o dono dessa fazenda é você, um jovem inexperiente que tem como missão, seja através da tentativa e erro, seja através da ajuda de fazendeiros mais “vividos” (e por […]

A lâmpada apagada

Por mais de um mês sofro um grave bloqueio criativo. Vários escritos começam sem ter um fim. Retalhos e mais retalhos de parágrafos desconexos; uns engraçados, outros mais tristes… Todos sem nenhuma ligação, nada que os prenda a algo, a alguma coisa. E é exatamente este sentimento que tenho tido atualmente: não pertencer a nicho […]

Só o tempo poderá dizer…

Um tanto quanto atípico, estava no ponto de encontro onde havíamos marcado alguns minutos antes do combinado – não que eu goste ou que me atrase com tanta frequência, assim, mas… Poxa, era nosso primeiro encontro e eu não queria passar uma má impressão. Mesmo. Você escolheu a esquina da 49na rua com a 9na […]

Posso sentar na janela?

Sempre gostei de me sentar próximo à janela.  No ônibus, metrô, trabalho, escola, faculdade, a janela sempre foi a minha escolha número 1. Não pela beleza urbana a qual ela me possibilita enxergar – eu gosto muito mais da natureza, sério – tampouco somente pela possibilidade em ver o céu (às vezes nem dá para enxergá-lo direito). […]

Daminha de Vermelho

Enquanto via o tracinho chato do editor de texto piscar na tela, escrevi e reescrevi um começo de algo mais de mil vezes. O problema não eram ideias escassas, falta de criatividade ou não saber o que falar. Isso tinha de sobra! A matemática dava zero na hora de focar em algo. Não conseguia de […]

A um passo

Quando você estiver a um passo de deixar tudo para trás, feche os olhos um pouquinho. Lembre-se de todos aqueles momentos bons que viveu até então. E dos ruins, também. Não ignore nada. Deixe tudo o que não deve permanecer para trás. É que não dá para ter dias novos se os costumes ainda são […]

A menininha e meus sonhos

Era uma típica tarde de quando tinha lá meus 11 ou 12 anos: depois das aulas da escola, passava o resto do dia brincando na rua. Naquela ocasião, estava com dois amiguinhos na praça da pirâmide e, numa dessas brincadeiras dessa fase de fim-de-infância, corria ansioso atrás de um deles. Parei, sem saber por que, […]

O último Chefão

O vento sussurrava lá fora. O céu, cinza chumbo, anunciava que uma forte chuva começaria a qualquer momento. Enquanto olhava aflito através da janela, sentia meus pensamentos flutuarem e se materializarem ao redor da cabeça. Uma névoa se formava, pesada. Com as mãos, tentava dispersá-la freneticamente. Sem sucesso, claro. Com mais atenção, notei que tal […]

Vamos ajustar o foco

Em determinados momentos da sua história, é comum que você se veja sem foco. É como se a lente da vida estivesse desconfigurada e você não conseguisse ajustar a imagem reproduzida por ela, enxergando, portanto, um constante horizonte turvo a sua frente. Se você vive este momento agora, não se desespere, você não está sozinho. […]

Quando vamos nos encontrar de novo?

Aproximadamente às oito da noite, observava ansioso o teto do quarto. O tempo parecia estático, como se o mundo todo tivesse parado de girar. Minha mente navegava anos-luz dali, vagando em algum lugar no espaço. O celular cochilava em meu peito coberto firmemente por uma de minhas mãos. Ele não sabia, mas estava ali à […]

Página 1 de 41234

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER